Site menu:

Oportunidade:

Trabalhe conosco:
Envie o seu currículo para a Prevensat.

Leia mais »

Informativo:

Conheça os principais programas ocupacionais.

O que é Nexo Técnico Epidemiológico.

Links Úteis:

GEMO:

Solicite uma demonstração.

Informativo > RH desenvolve micros e pequenas empresas

As médias e grandes empresas investem em serviços considerados prioritários como marketing, propaganda e planejamento estratégico. Mas é importante lembrar que a área de Recursos Humanos também conquistou espaço no mundo empresarial, pois as organizações estão conscientes de que para se alcançar o sucesso é necessário contar com equipes formadas por profissionais de talento.

O departamento de RH auxilia os líderes a motivarem seus subordinados, cria campanhas que incentivam o lazer e a integração das pessoas, oferece assistência social, promove a comunicação interna, treina, seleciona e avalia o desempenho dos funcionários. Oferece incetivos como remunerações atraentes e até programas que visam a motivação ou a melhoria da qualidade de vida dos colaboradores.

Numa micro ou pequena empresa, geralmente o empresário acaba se se encarregando dessas tarefas, sem orientação ou conhecimentos necessários. Com isso, ocorrem desgastes com essas questões e resultados nem sempre desejados.

Sem condições de criar um departamento de Recursos Humanos focado em desenvolver equipes competentes e comprometidas com o negócio, como ficam as micros e as pequenas empresas?

Uma boa opção são os serviços terceirizados oferecidos pelas consultorias da área, visto que o investimento aplicado é baixo se comparado aos resultados que são alcançados.
Na prática, estes serviços compreendem:

  • levantamento e análise das necessidades e objetivos da empresa;
  • determinação de metas e de objetivos dos cargos e análise periódica dos resultados;
  • elaboração de um programa que objetiva o desenvolvimento das equipes;
  • realização de pesquisas de clima organizacional;
  • criação de fatores motivadores;
  • definição das responsabilidades de cada função e dos conhecimentos necessários para o desempenho das atividades;
  • identificação de possíveis conflitos e problemas no ambiente de trabalho;
  • desenvolvimento de potenciais para atender aos clientes, e assessoramento aos líderes;
  • processos de R&S para cargos efetivos e estagiários;
  • descrição de cargos;
  • avaliação de desempenho;
  • treinamentos;
  • comunicação interna;


Por fim, reafirmamos a importância das micros e das pequenas empresas terem acesso à área de RH. Essas organizações precisam desse recurso, da mesma forma que necessitam de um planejamento financeiro, de recursos tecnológicos e de uma boa divulgação do seu trabalho. Nenhuma destas questões são menos importantes. Todas elas formam a base para a evolução de um negócio.


Adriana Reverbel - psicóloga ocupacional
Consultora em treinamento, seleção e recrutamento